Conheça as vantagens e torne-se nosso associado »Associar-seBenefícios

Resultados Finais do Programa Formação Empresários

 

Durante 11 meses a APEMETA apoiou 72 empresários das regiões Norte e Centro, prestando serviços de consultoria e formação financiada na área da gestão.


A APEMETA, foi uma das entidades beneficiárias da Associação Empresarial de Portugal (AEP) enquanto organismo intermédio, para operacionalizar o Programa Formação Empresários, no âmbito da tipologia de intervenção 3.1.1 – Programa Formação-Acção para PME, do Programa Operacional Potencial Humano (POPH) do QREN 2007-2013.

Através deste projecto, a APEMETA obteve os seguintes resultados ao nível de execução física e execução financeira:

Indicadores Físicos
Nº Empresários apoiados – 72 empresários, distribuídos em 6 turmas de 12 formandos nas zonas da Maia, Oliveira de Azeméis, Coimbra e Leiria.
Horas de consultoria – 3600 (50h/empresário)
Nº de medidas de consultoria implementadas – 216
Nº de consultores – 25
Horas de Formação – 450 (75h/empresário)
Volume de Formação – 32400
Nº Total de acções de formação – 18
Nº de Formadores – 11

Indicadores financeiros
Orçamento global – 312.369,65 €

A parceria entre a APEMETA e a AEP promoveu um forte impacto positivo nos empresários participantes, nas regiões (Norte e Centro) em que decorreu o presente projecto, pois permitiu elevar os níveis de qualificação dos empresários através de um itinerário formativo ajustado às suas necessidades específicas e promover as capacidades de gestão e de inovação nas PMEs.

Neste programa foram abarcadas vastas áreas organizacionais das empresas, cobrindo debilidades que porventura existissem no desenvolvimento das respectivas actividades. O seu despiste na fase de Diagnóstico, permitiu compreender as dificuldades de cada um dos empresários, muitas das quais não perceptíveis no próprio seio das suas actividades e organizações, e das necessidades de apoio em termos de consultoria e formação.

Em termos da formação, e para além de dotação com mais fortes conhecimentos nessas áreas por parte dos dirigentes das empresas – normalmente pessoas com elevados conhecimentos técnicos, mas com fortes carências em termos de gestão e organização, em particular ao nível económico-financeiro – houve uma certa incidência na extensão de algumas noções, com o intuito de os fazer compreender a razão de determinadas exigências, precauções, etc., que têm que ser tomadas no quotidiano das organizações face aos seus clientes, fornecedores, etc. Assim, na área da gestão, as temáticas com maior incidência em termos de consultoria e formação foram as seguintes:

  • Gestão estratégica;
  • Estratégia em internacionalização, comercial, de comunicação;
  • Ferramentas de controlo de gestão, financeiro e comercial;
  • Indicadores e rácios;
  • Análise financeira;
  • Gestão de recursos humanos;
  • Fiscalidade e legislação;
  • Marketing

Verificou-se um enorme aproveitamento deste processo de consultoria por parte dos empresários, que permitiu-lhes um novo enquadramento e um novo posicionamento em termos do seu relacionamento com o mercado e com toda a envolvente empresarial em que se insere. Por sua vez, as organizações ficaram com valor acrescentado em termos de meios de funcionamento e desenvolvimento da sua actividade.

O itinerário formativo, centralizado nas três áreas base de Liderança e Organização do trabalho, Estratégia e Instrumentos de Apoio à Gestão, foi sendo ajustado em termos de objectivos pedagógicos e conteúdos formativos, no sentido de ir ao encontro das necessidades transversais da turma e específicas de cada empresário.

Os planos de formação deste programa seguiram o programa das UFCD constante no Catálogo Nacional de Qualificações, de forma a que fosse possível a capitalização das unidades de formação, apoiando os empresários interessados na sua integração nos Centros Novas Oportunidades.

A articulação entre as duas Associações teve um incremento constante na operacionalidade deste programa, fruto da experiência, do conhecimento das metodologias e do próprio relacionamento pessoal entre a APEMETA/AEP, aspectos que contribuíram para o sucesso que este programa obteve junto do público-alvo, e pela forma como os respectivos objectivos foram atingidos.

Este programa está ao abrigo do regime de auxílios de Minimis.


Mais Informações:
tecnico@apemeta.pt
Eng.ª Ana Cunha
http://www.apemeta.pt

Publicado a 14 de setembro 2011