Conheça as vantagens e torne-se nosso associado »Associar-seBenefícios

INJOVEM II – INOVAÇÃO, JOVEM, EMPREENDEDORISMO

A APEMETA viu aprovada a sua candidatura ao Compete 2020, para apoio à internacionalização das empresas portuguesas, através do projeto AMEX III | Ambiente e Exportação, que surge em linha com o que tem vindo a ser feito pela associação nos últimos anos, reforçando assim o seu leque de instrumentos de apoio ao setor das Tecnologias Ambientais. Conheça o Projeto!

Número do projeto | POCI-03-33B5-FSE-071946
Designação do projeto | INJOVEM II – INOVAÇÃO, JOVEM, EMPREENDEDORISMO
Objetivo principal | Promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral
Região de intervenção | Norte, Centro e Alentejo
Entidade beneficiária | APEMETA – Associação Portuguesa de Empresas de Tecnologias Ambientais
Data da aprovação | 22-02-2021
Data de início | 03-05-2021
Data de conclusão | 30-06-2023
Custo total elegível | 297.069,89€
Apoio financeiro da União Europeia | FSE: 252.509,41€


Objetivos, atividades e resultados esperados

O projeto INJOVEM II visa contribuir para a resposta nacional aos desafios sociais e societais atuais estimulando o empreendedorismo qualificado e criativo pela disseminação e capacitação para a inovação, sustentabilidade e transição para a economia circular e digital através de ações que propiciem:

  • A efetiva sensibilização/capacitação/demonstração para os principais conceitos e princípios necessários ao Empreendedorismo Qualificado e Criativo promotor de respostas inovadoras aos desafios numa lógica de Transição Verde e integração com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável identificados pela ONU;
  • A incubação e aceleração de ideias empreendedoras de jovens que sejam, ou incluam na estrutura, respostas concretas aos desafios que são atualmente colocados;

Para tal, o projeto INJOVEM II irá:

  • dirigir atividades a um público alvo diversificado como sejam os jovens do ensino secundário profissional, os jovens estudantes do ensino superior, nomeadamente os finalistas e ainda PME recém-criadas;
  • atrair, identificar e apoiar propostas de ideias e projetos, preferencialmente no domínio dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável identificados pela ONU, Transformação Verde e Transição Digital assentes em atividades económicas intensivas em conhecimento quer em termos tecnológicos, quer no domínio das indústrias culturais ou criativas.

Em concreto as principais atividades a desenvolver no Projeto INJOVEM II são:

A Sensibilização, Promoção, Demonstração e Capacitação para conceitos promotores de respostas empreendedoras aos atuais desafios sociais e societais, em temas que estão no cerne dos subsectores ambientais que a Associação apoia na sua atividade quotidiana, nomeadamente Sustentabilidade, Descarbonização, Eficiência Energética, Economia Circular, Mobilidade Sustentável, Digitalização, Transição Justa, Educação Ambiental, Economia Azul, etc pela:

  • produção de estudos que se pretendem que sejam ferramentas transversais de capacitação para o empreendedorismo no Cluster das Tecnologias Ambientais e rumo à Transição Verde;
  • promoção de ações presenciais e webinars de sensibilização para jovens estudantes do secundário, nomeadamente do ensino profissional, sobre os conceitos da nova indústria, nomeadamente os inerentes à digitalização (indústria 4.0) e sustentabilidade (economia circular, combate às alterações climáticas, descarbonização, etc);
  • promoção de workshops e webinars dirigidos a jovens estudantes universitários, de promoção do empreendedorismo e do seu potencial de resposta a atuais desafios como a digitalização, sustentabilidade, economia circular, etc que sejam simultaneamente promotoras do desenvolvimento de soft skills e/ou facilitadoras de aprendizagens mais técnicas;
  • Prevê-se ainda que estes workshops consigam acolher PME recém criadas, que pertençam aos ecossistemas locais de empreendedorismo, com vista à sua capacitação. Contudo, o projeto preconiza pelo menos uma iniciativa focada neste público alvo.

A Incubação e Aceleração Empresarial, compreendendo diferentes etapas como sejam: 

  • Call de ideias para angariação de jovens empreendedores com ideias e projetos com potencial para incubação e/ou aceleração empresarial.
  • Seleção de 30 ideias (de jovens empreendedores) para apoio de mentoring em duas etapas: uma primeira para apoio à elaboração/consolidação do Plano de Negócios, um instrumento fundamental para ajudar a compreender as várias vertentes do projeto de empreendedorismo e traçar objetivos a curto, médio e longo prazo e uma segunda etapa, de Acompanhamento e Assessoria Individual em temas necessários a cada Plano de Negócios, visando o desenvolvimento e aprofundamento de conhecimentos e competências para a realização do plano de negócios em áreas especificas e direcionadas.
  • Concurso de ideias para lançamento nacional dos projetos de Empreendedorismo, com a atribuição de prémios 1) aos planos de negócio com maior maturidade e que se prevejam serem projeto promissores e também aos 2) projetos com potencial de consolidação internacional.

Finalmente decorrerá uma fase de lançamento internacional virtual, em articulação com a rede colaborativa da APEMETA, para os projetos das duas fases cuja estratégias globais de crescimento passem a curto/médio prazo pela internacionalização.

De forma a estimular e incentivar a incubação, nesta atividade irão ser atribuídas bolsas (1/ ideia a apoiar em mentoring).

A Promoção e disseminação do projeto e resultados, pela criação de um website de suporte à divulgação pública de toda a dinâmica do projeto (workshops, candidaturas a bolsas de apoio, calls para projetos a apoiar em incubação e aceleração empresarial, concursos de ideias, etc) assim como para projeção e livre acesso aos resultados, como sejam os estudos que estão previstos. Prevêem-se ainda diversas sessões públicas e anúncios em meios digitais ou físicos apropriados (sites e/ou jornais). Durante os 26 meses de duração expectável do projeto INJOVEM II procurar-se-á assim aproximar e ligar todos os interessados, nomeadamente jovens em fase de aprendizagem, empreendedores, o tecido empresarial nacional e outros envolvidos no ecossistema empreendedor nacional de modo a fomentar a continuidade e também incrementar a sustentabilidade futura das ações desenvolvidas;

Os principais resultados esperados são:

  • O aumento da qualificação de jovens estudantes finalistas do ensino secundário profissional ou do ensino superior universitário e politécnico em áreas chave para a sua integração no mercado de trabalho e para desencadear a geração de ideias empreendedoras alinhadas com os atuais desafios sociais e societais a curto e médio prazo;
  • A promoção do empreendedorismo e a inovação empresarial nacional nomeadamente a concretização de 30 planos de negócios de projetos provenientes das regiões alvo – Norte Centro e Alentejo, previsivelmente com forte capacidade de evolução que se venha a traduzir no pós projeto na criação de empresas com forte carácter inovador e de elevado potencial de sucesso;
  • O aumento de conhecimento no ecossistema empreendedor sobre temáticas ambientais e conexas e a atração de empreendedorismo e inovação para o setor verde;
  • O aumento do acervo de informação útil disponibilizado para conhecimento das áreas de oportunidade para o empreendedorismo verde;
  • O reforço do posicionamento do setor empresarial nacional das Tecnologias Ambientais como agente económico ativo e competitivo nos mercados nacional e internacional e da sua integração nas cadeias produtivas nacionais e internacionais.

Mais Informações:
www.apemeta.pt
tecnico@apemeta.pt
Tel: 21 750 60 00

Publicado a 21 de abril 2021